segunda-feira, 8 de agosto de 2011

Novela da Globo copia Watchmen ao retratar morte de personagem



Semana passada eu estava assistindo televisão quando vejo a propaganda da novela "O Astro" onde várias pessoas mostravam ódio ao personagem Salomão Hayalla. Mesmo não acompanhando estava na cara que ele iria morrer e na semana seguinte eu escutaria em uma nova propaganda: "Quem matou Salomão Hayalla?". Realmente isto aconteceu, fato "inédito" em novelas da Globo. Apesar de "surpreendente", não foi isso que me chamou a atenção.

O que realmente me motivou a escrever sobre uma novela da Globo neste recinto nerd foi a maneira como a morte foi retratada: Exatamente igual a morte do Comediante no - excelente- filme Watchmen, de 2009. Não pensem vocês que cheguei a ver a novela para testar os meus poderes paranormais, mas acabei descobrindo por acaso na internet.

Após a exibição, diversas pessoas que perceberam esta "mensagem subliminar" comentaram o fato na internet. O diretor, Mendonça Filho, ao ser questionado pelo jornalista Mauricio Stycer:
"Existe uma enorme cadeia de referências, que vão se repetindo, às vezes invisíveis, às vezes não, em todo o audiovisual. É lógico, que sim. Não tenho o menor problema em dizer isso. Acho uma baita hipocrisia essa patrulha da originalidade. E na escrita, o mesmo. Você percebe o estilo de Moliére em Ariano Suassuna. Qual jornalista pop não bebeu em Hunter Thompson? O aclamado “Kill Bill” (de Quentin Tarantino), que é um baita filme. É todo igual ao origianl do Bruce Lee. Até o macacão amarelo é igual."

Não me lembro de ver uma cópia tão clara tão clara assim aqui no Brasil, ainda mais tendo como original um filme  baseados em uma HQ e a cópia uma novela da Globo.  Caso algum leitor lembre de alguma referencia mais "cara de pau" que esta e quiser compartilhar conosco fique à vontade para postá-la nos comentários.

Um comentário:

  1. Cara, Quentin Tarantino quis HOMENAGEAR os filmes de kung fu, incluindo Bruce Lee quando dirigiu Kill Bill. Não apenas nos figurinos, mas nas referências nos diálogos, no estilo narrativo, na história em si.

    Mendonça Filho simplesmente copiou a morte do Comediante na maior cara de pau, sem intenção nenhuma de homenagear ou fazer referência a Watchmen.

    A resposta dele pro jornalista foi uma "baita hipocrisia".

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...