segunda-feira, 8 de outubro de 2012

My Name is Bond... James Bond

007, a maior franquia de filmes



Salve Salve nerds, hoje irei no hype de uma das obras primas feitas nos livros e cinema. Com o breve lançamento de Skyfall, ou Operação Skyfall aqui no Brasil, nada melhor do que sair na frente aqui no blog e entender um pouco mais este universo carismático de Bonds para tudo quanto é lado.

A Criação


Ian Fleming estava em um dia espirado e com muita sorte quando resolveu escrever a série. Ele era um oficial da inteligência Naval e também escritor, mas sua mais notória obra foi obviamente a obra citada aqui.

Pelo grande envolvimento que o inglês teve em guerras ele conseguiu salientar de várias formas coisas em que viu, fazendo um super agente imbatível e deveras sedutor com as mulheres.
Antes de invadir o cinema Bond também teve seriados com seu nome, e possui até mesmo filme independentes, que por questões contratuais puderam ser lançados.



Tudo começou com simples livros de bolso lançados na década de 50, onde o leitor foi pela primeira vez apresentado ao nome Bond.


A série foi incrivelmente bem sucedida, e na próxima década o verdadeiro BOOOM começou. O nome? 007 Contra o Satânico Dr. No, baseado no livro tínhamos Bond encarnado em Sean Connery (Liga Extraordinária, Os Vingadores, coração de dragão e dentre outros ótimos filmes),  onde á mando da rainha ele é mandado a Jamaica afim de resolver um desaparecimento. Depois de várias pistas Bond chega ao Dr Satânico com planos mirabolantes para utilizar bombas atômicas. Com a adaptação tivemos várias coisas que viraram padrão no decorrer da série. Temos a primeira Bond Girl: Honey Ryder, que como sempre Bond tem uma realação com as mulheres da série. E por fim a frase de apresentação relembrada por todos; Meu nome é Bond... James Bond.

O Personagem


Bond tem diversas peculiaridades, ele é sempre descrito nos livros como um homem alto, moreno, com idade dentre 33 á 40 anos, um agente com licença para matar (daí vem o codinome 007, perito em artes marciais, e apreciador de Vodka com Martini (sempre batido, nunca mexido). Sempre rodeado de estonteantes mulheres Bond mantém o ar sedutor enquanto executa as ordens ditadas pela Rainha.

A Literatura Bond


Como citado anteriormente diversos livros foram lançados de 1953 até 1966, a maioria dos livros posteriormante deram nome aos filmes, abaixo todos os livros de Bond e seu ano de lançamento:

  • 1953 – Cassino Royale
  • 1954 – Viva e Deixe Morrer
  • 1955 – Moonraker
  • 1956 – Os Diamantes são Eternos
  • 1957 – Moscou contra 007
  • 1958 – 007 Contra o Satânico Dr. No
  • 1959 – Goldfinger
  • 1960 – Apenas Para seus Olhos( Pequenos Contos)
  • 1961 – Thunderball
  • 1962 – O Espião que Me Amava
  • 1963 – A Serviço Secreto de Sua Majestade
  • 1964 – You Only Live Twice
  • 1965 – O Homem Com o Revolver de Ouro
  • 1966 – Octopussy and The Living Daylights (Pequenos contos)
Infelizmente o autor Ian, faleceu sem poder dar continuidade a sua obra. Mas Ian tinha amigos, e igualmente inteligentes mantiveram a obra e em 1968 tivemos o lançamento de Colonel Sun escrito por  Robert Markha. Após este lançamento vimos Bond novamente apenas em 1973 com John Pearsonque escreveu uma autobiografia do agente. Já na década de 80 voltaram os lançamentos dos livros. Agora escritos por John Edmund Gardner (1926-2007), tivemos um lançamento brevemente periódico até o mesmo parar por problemas de saúde, segue abaixo a lista dos livros lançados pelo autor:

  • 1981 – Licença Renovada
  • 1982 – Serviços Especiais
  • 1983 – Missão no Gelo
  • 1984 – Questão de Honra
  • 1986 – Ninguém Vive Para Sempre'
  • 1987 – Sem Acordos, Mr. Bond
  • 1988 – Scorpius
  • 1989 – Vença, Perca ou Morra
  • 1990 – Brokenclaw
  • 1991 – O Homem de Barbarossa
  • 1992 – A Morte é Eterna
  • 1993 – Nunca Envie Flores
  • 1994 – Mar de Fogo
  • 1996 – COLD 
 Logo após John ter parado tivemos mais um autor (mas não o último) Raymond Benson que começou em 1997 sua obra e terminou em 2002 com nove obras, seis livros e três pequenos Contos:

  • 1997 – Blast From the Past (Conto)
  • 1997 – Zero Menos Dez
  • 1998 – Os Fatos da Morte
  • 1999 – Midsummer Night's Doom (Conto)
  • 1999 – Live at Five (Conto)
  • 1999 – High Time to Kill
  • 2000 – Doubleshot
  • 2001 – Never Dream of Dying
  • 2002 – O Homem Com A Tatuagem Vermelha
 E finalmente para finalizar a literatura tivemos mais dois lançamentos recentes pelos escritores Sebastian Faulks e Jeffery Deaver que lançaram respectivamente em 2008 - A Essência do Mal e em 2011 - Carte Blanche.

Os Filmes


Para começar temos que dizer, 22 filmes oficiais é muita coisa. A Dinâmica pode sempre ser a mesma, mas cada Bond marca uma geração de alguma forma, e sua força no cinema dificilmente irá diminuir.
Ao todo até agora tivemos seis bonds:

  • Sean Connery (1962–1967;1971;1983(o filme de 83 não é oficial)


  • George Lazenby (1969)

  • Roger Moore (1973–1985)


  • Timothy Dalton (1987–1989)


  • Pierce Brosnan (1995–2002)


  • Daniel Craig (2006–presente)


Cada Bond tem sua característica e passagem na história, nenhum menos importante que o outro, todos marcam uma época.

Além dos Bonds temos também os vilões que são um Show a parte, como são muitos citarei apenas alguns que mais marcaram:

Dr. Julios No - seu objetivo era sabotar os programas espaciais das américas e acabar com seu poder de fogo.


General Orlov - destruir a base americana em Berlin para conseguir um desarmamento e invadir com forças européias.



Max Zorin - seu objetivo era destruir o vale do silício para monopolizar o mercado da tecnologia.


Alec Trevelyan (006) - Detonar uma bomba nuclear sobre Londres e acabar com a Monarquia.



Mr White - Sobevivente do Quantun of Solace e Cassino Royale o vilão ganha destaque mais pela persistência  do que pelos seus próprios planos em si.


Dentro dos filmes também temos a Tecnologia empregada nele, as armas mais modernas como Goldeneye, armas Lasers, carros de luxo e o famoso Relógio de Bond.

Além disso muito se destaca as Bond Girls, para muitos fãs elas são tão importantes quanto o prórpio Bond.

Citando os filmes não podemos deixar de citar também as inúmeras paródias criadas em cima da série. As mais famosas com certeza são o Agente 86 ( uma série que ganhou um Longa em 2008), Austin Powers e Sou Espião.
Por fim não poderia faltar. Segue a lista de filmes:

  1. Dr. No
  2. From Russia with Love
  3. Goldfinger
  4. Thunderball
  5. You Only Live Twice
  6. On Her Majesty's Secret Service
  7. Diamonds Are Forever
  8. Live and Let Die
  9. The Man with the Golden Gun
  10. The Spy Who Loved Me
  11. Moonraker
  12. For Your Eyes Only
  13. Octopussy
  14. A View to a Kill
  15. The Living Daylights
  16. Licence to Kill
  17. GoldenEye
  18. Tomorrow Never Dies
  19. The World Is Not Enough
  20. Die Another Day
  21. Casino Royale
  22. Quantum of Solace
  23. Skyfall                      

Games 

Quem é nerd aí levanta a mão. Claro que não pode faltar os Games no mundo de 007, e obviamente se juntarmos, espionagem, tiros, personagens carismáticos e 22 (em breve 23) filmes só poderia sair coisa boa. O Primeiro lançamento de um jogo foi para Commodore 64 e respectivamente para os consoles da Atari em 1983. O jogo fez mediano sucesso, os produtores resolveram então aguardar uma evolução melhor no mundo dos games. Foi então que ele apareceu, sim ele mesmo. Hoje você joga Call Of Duty e demais jogos dessa forma por causa dele. O lendário 007 Golden Eye.

Feita pela Genial produtora Rare (descanse em paz) um dos jogos que revolucionou o modo de jogar em primeira pessoa (eu sei que tem Doom mas este 007 é outro patamar) com seu 3D monstruoso, toneladas de armas, referências a séries anteriores, diversas missões com níveis de dificuldade. A trama despontado fase por fase, chefes difíceis de matar, bônus e o melhor de tudo, um multiplayer viciante. O Fator replay do jogo é grande pelas toneladas de coisas a se fazer, tudo isso fez ser aclamado pela crítica um dos melhores jogos para o N64.

Obviamente pelo tamanho sucesso de GoldenEye foi difícil superar seu sucesso, seus próximos games lançados não foram ruins, mas nunca mais seria comparado ao que fez na época. Tivemos também para  PsOne Tomorrow Never Die e para N64 The World Is Not Enough. Em 2004 as coisas começaram a mudar para Bond nos games com James Bond 007: Everything or Nothing, em 2005 tivemos mais uma adaptação de filmes com James Bond 007: From Russia with Love. Claro que nem tudo são flores, tivemos também títulos ruins (e recentes) de bond, um deles foi 007 Racing em que se dirigia os carros da série. E por fim uma adaptação para Wii do próprio GoldenEye que prefiro não comentar aqui.



E para finalizarmos podemos dizer, 007 é uma ótima franquia, para o mundo nerd com certeza vale a pena assistir, recomendo á todos principalmente para os fãs de filmes e cinema, a série não pode passar em branco com todas os elementos em que ela possui.


My name William... William Halter

See you later.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...