domingo, 2 de dezembro de 2012

Especial Games Batatais: A série Mario & Luigi RPG: Parte 2


Depois do sucesso de Mario & Luigi: Superstar Saga do qual falamos na semana anterior, era esperado que uma sequência para o game fosse feita. Então, em 2005, chegou no então novo portátil de duas telas da Nintendo, o DS, Mario & Luigi: Partners in time, com o intuito de expandir o que foi feito no primeiro game e introduzir novas ideias para criar uma experiência inovadora.

A invasão alienígena

Dessa vez, a história do jogo gira em torno dos shroobs, que são seres de um planeta distante que assemelham-se a cogumelos, de cor arroxeada, olhos vermelhos(não, não é o coelhinho da Páscoa) e uma risada tão bizarra quanto sua aparência.
E.T Cogumelo?

A doideira começa quando os irmãos Mario são enviados junto com a princesa Peach para o passado, numa máquina do tempo criada pelo professor E.Gadd, só para testá-la. O problema é que chegando ao castelo de alguns anos atrás a princesa é seqüestrada(Oh!), e descobre-se que os shroobs estão invadindo e dominando todo o reino do passado, mais precisamente da época em que Mario e Luigi eram bebês. Após escaparem do ataque do shroobs, os encanadores bebês acabam encontrando-se com suas versões do futuro, e daí começamos a aventura.

Poder quadrúplo

A novidade mais notável deste game é que controlamos os irmãos bigodudos em suas versões adultas e infantes, todos ao mesmo tempo, durante as batalhas e pelo mapa. Como o DS tem os botões X e Y (ausentes no Game Boy Advance), ficou fácil para programar um botão para cada personagem e controlá-los de forma intuitiva.

Os diálogos do jogo continuam com muito humor e são muito interessantes. Os cenários e personagens estão bem desenhados, aproveitando  a diferença entre o DS e o GBA. A trilha sonora também cumpre seu papel, com músicas que dão vida ao jogo.

Apesar de o game ter sido bem recebido pelo público e pela crítica, alguns consideram a primeira aventura como sendo superior. Eu joguei o primeiro Mario e Luigi no meu GBA e anos depois joguei esta sequência, e posso dizer que ambos os games são muito bons, talvez o que leve a considerarem o primeiro melhor é o fato de Mario & Luigi Partners in time ser mais linear do que seu antecessor

Em 2009, chega no DS o próximo capítulo da série, mas isso é assunto para a próxima parte do nosso especial. Até lá!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...